sibutramina proibido na Europa

Na minha opinião esta é uma notícia preocupante, na Europa a EMEA que é a agencia que regula a venda de medicamentos, recomendou que sejam suspensas a venda e prescrição médica dos remédios que contém a substância sibutramina.

Esta decisão foi tomada por causa de uma pesquisa chamada SCOUT que durou aproximadamente 6 anos, avaliando cerca de 10.000 pessoas. O estudo apontou que os remédios contendo sibutramina podem trazer um maior risco de um evento cardiovascular. Vale destacar que a maioria dos participantes desta pesquisa já apresentavam alguma doença cardíaca.

Eu sei que muitos vão falar que isto é fazer uma tempestade em um copo de água, mas eu tenho certeza que existem pessoas que não tem a mínima ideia que elas possuem algum problema cardíaco, e para agravar a situação você sabe qual é o grupo mais susceptível a ter problemas cardíacos? Pessoas obesas e com sobrepeso, que são as pessoas que vão consumir a sibutramina.

O que me deixa mais perplexa é o que o Dr. Alfredo Halpern, chefe do Grupo de Obesidade e Síndrome Metabólica do Hospital das Clínicas de SP, disse a reportagem da Folha de São Paulo, “Se fosse remédio para pressão ou depressão, não haveria tanta coisa pra falar. Toda vez que aparece um remédio que ajuda na obesidade, sai um estudo enorme que mostra que morre um a mais em cada mil e é suficiente para retirá-lo do mercado.” Querendo implicar que existe um preconceito contra os remédios para emagrecer.

Meu caro Dr. Halpern, se este remédio pode trazer problemas a minha saúde é lógico que eu vou ser contra, e se além do mais proporcionar algum risco de morte por menor que seja, então eu acho que deve ser banido mesmo, principalmente se o remédio for para perder peso, que na verdade não precisa de nenhum medicamento.

Para finalizar eu gostaria de deixar dois depoimentos do cardiologista Raul Dias dos Santos, diretor do setor de lípides do InCor, em São Paulo. “A sibutramina aumenta a pressão arterial e os batimentos cardíacos. Há um maior estímulo no sistema nervoso simpático, que, quando muito ativado, pode elevar o consumo de oxigênio do coração e o risco de arritmias cardíacas”, e ele também afirma, que perder peso com medicamentos pode não trazer os mesmos benefícios do que perder peso através de uma dieta balanceada e exercícios. “O remédio pode ativar algum sistema no organismo que pode ser deletério. Isso pode limitar a melhora dos parâmetros relacionados a risco cardiovascular, como nível de glicose, inflamação e colesterol no sangue.”

Bom, para quem segue o Blog atitude ana e mia há algum tempo, sabe que eu não sou muito a favor de remédios, a única coisa que eu gostaria de esclarecer é que eu não quero botar medo para as pessoas que desejam seguir este caminho, mas eu gostaria de que se você quiser tomar remédios é bom estar ciente de todos os riscos que envolvem estes medicamentos. Acho que a ana e mia são poderosas, e não querem te dar gastos com rémedios,basta ter atitude,e começar com força de vontade de chegar no corpo tão sonhado,bjs e se cuidem

Fonte: Folha Online

Nenhum comentário: